Central de Atendimento: (41) 3285-4422 ou Clique aqui

Sucesso em Vendas
motivacao-tambem-faz-bem-a-saude3

Motivação também faz bem à saúde

Esses dias li um artigo sobre fotógrafos de casamento que normalmente comem embaixo da escada por descaso daqueles que contratam seus serviços. A empresa que escreveu o artigo enfatiza como “no Brasil, existe uma clara ideia de separação hierárquica entre contratantes e contratados. Aquele que presta o serviço está em um patamar inferior daquele que contrata. Me chamou muita atenção para tentar entender um pouco melhor essa cultura brasileira do contratante e o contratado.

Até 2005, decorrente da má distribuição de renda, o Brasil era o oitavo país com o maior índice de desigualdade social e econômica do mundo. Culturalmente falando, isso representa uma inversão de valores de décadas! Essa inversão é resultante de uma má educação, de uma política fiscal injusta, entre tantos outros fatores. E – naturalmente – aquele que tem poder aquisitivo suficiente para contratar alguém, automaticamente se coloca num nível acima daquele que tem que prestar serviço a fim de angariar fundos. Esquecemos que há pessoas por trás de todas as situações há histórias e dificuldades.

E, como toda ação resulta numa reação, se não tomarmos cuidado, essa condição pode virar um ciclo vicioso. Então, se eu falto com respeito com o cobrador do ônibus, a reação mais primitiva dele será me tratar da mesma forma. Se eu subestimo meu patrão, o comportamento dele pode ser grosseiro também. É certo? Com certeza não. Mas acontece, e temos que saber como driblar essa realidade brasileira e melhorarmos a atual conjuntura para que a gente consiga melhorar a relação entre pessoas – que vai além de contratante e contratado.

motivac%cc%a7a%cc%83o-tambem-faz-bem-a-saude-4

Pois então, depois desse cenário nada otimista, no qual culturalmente “me tratam mal”, ficam algumas perguntas: como me motivar e servir o melhor que posso os meus clientes? Como, mesmo depois daquele “dia de cão” que tive, tratar bem o encanador ou qualquer outro profissional que contratei para resolver um problema meu? Pensei então em algumas dicas que podem ajudar a repensar nossa maneira de agir:

  • SER EMPÁTICO: Isso faz com que a gente lembre constantemente que estamos lidando com HUMANOS. Desde aquele que entra em minha loja até aquele que me atende quando preciso de uma informação. A empatia é a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro. Nós nunca sabemos o que a pessoa à nossa frente está passando, não nos dando nenhuma outra opção a não ser tratá-la bem.
  • SER PRESTÁVEL: Parece estranho falar isso, dá a impressão que somos inúteis, mas não é bem essa a ideia aqui. O intuito é refletir na seguinte questão: o que estou fazendo de útil para o outro? Estou pensando além do meu próprio umbigo? Quando deixamos nossos interesses de lado, somos de fato mais úteis. E lembre-se do ciclo vicioso, a satisfação do outro é também a sua.
  • CRITICAR MENOS: A crítica pode tirar a dignidade da outra pessoa, além de não agregar nada no relacionamento – seja ele profissional ou pessoal. Se coloque no lugar, ninguém gosta de ser criticado. Todos temos nossas próprias ideologias, mas a partir do momento que interferimos na ideologia alheia, faltamos com respeito. Então deixe os preconceitos de lado e aja de forma positiva, não importa a situação.
  • OUVIR MAIS: Aquele famoso ditado de que “temos dois ouvidos e uma boca para ouvir mais e falar menos” tem uma ponta de verdade aqui. Quando falamos demais, perdemos a oportunidade de conhecer melhor a situação que a outra pessoa está passando. Limite-se ao necessário e espere sua vez para falar.
  • ACREDITAR NA FORÇA DO ENTUSIASMO: A Sucesso em Vendas criou As 8 Atitudes Vencedoras, que visam aprimorar as habilidades de qualquer profissional em se motivar. Nessas dicas, separei a Atitude Vencedora número 7: acredito na força do entusiasmo. O entusiasmo costuma contagiar pessoas, além de ajudar na autoestima! Ninguém gosta de pessoas mal humoradas, às vezes um sorriso pode fazer toda a diferença.

A verdade é que todos nós deveríamos tratar os outros como gostaríamos de ser tratados. Somos todos seres humanos e temos todos o mesmo valor. Quando as pessoas conseguirem lembrar dessas 5 dicas, o mundo resultará em clientes mais satisfeitos, patrões menos carrascos, pessoas felizes e, por consequência, serviços melhores. Que tal começar a semana mudando sua mentalidade e cumprimentando o gari que limpa sua rua? A motivação é um exercício, que como qualquer outro, faz bem à saúde.

Clique aqui para receber mais conteúdos como esse!
  • Edson Nerone disse:

    Muito bom seu texto, Aninha! Parabéns!
    Realmente, só assim podemos ajudar a construir um mundo melhor, mais humano e digno de se viver.
    Um abraço!

  • Escreva um comentário

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Receba nossa newsletter: BOM DIA SUCESSO!

    Os melhores conteúdos, dicas e ferramentas para aumentar suas vendas!


    Black Flag Publicidade